Há mesmo diferença entre as rações para peludos filhotes, adultos e seniors?

Há mesmo diferença entre as rações para peludos filhotes, adultos e seniors?

Os pets dominam tudo, da nossa casa à seção de vídeos fofos na internet. Mas na hora da alimentação muitos tutores pecam, na maioria das vezes por falta de informação. Será que você está alimentando seu pet corretamente? Acompanhe o artigo a seguir e descubra.

Assim como os humanos, tanto cães quanto gatos precisam de uma alimentação específica para cada fase da vida. Seja o seu animalzinho filhote, adulto ou idoso, é importante estar atento e oferecer a ração certa para a idade dele.

Porém, vale lembrar que outros fatores também precisam ser levados em conta na hora de estabelecer uma dieta para o seu peludo, como o peso do animal e nível de atividade física.

Confira a seguir as principais diferenças entra as rações para cada fase.

Ração para filhotes

Quem tem filhotes em casa sabe quanta disposição e energia eles têm. Ávidos por conhecer o mundo e brincar, esses bichinhos estão crescendo e se desenvolvendo todos os dias, por isso não rejeitam nada quando o assunto é alimentação.

É aí que os tutores devem estar atentos: nessa fase eles comem mais, o que é normal, devido ao grande gasto energético; por isso, é importante oferecer a ração certa para idade, estabelecer horários para as refeições e tomar cuidado com o excesso de petiscos.

A ração própria para filhotes é indicada nessa fase por possuir todos os nutrientes que o seu cão ou gato precisa para crescer forte e saudável. Ela também possui grãos menores, que facilitam a mastigação e digestão dos alimentos.

Ração para adultos

A ração para adultos é recomendada a partir do 1° ano de vida. Nessa fase eles já sabem vários comandos, adoram realizar atividades físicas, continuam bastante ativos, mas param de crescer.

Por isso, é recomendado que na fase adulta haja uma diminuição na quantidade de refeições que o animal faz por dia, normalmente para duas porções.

A ração para adultos possui grãos mais secos e maiores, o que faz com que o pet se alimente mais devagar. Além disso, ela possui um valor nutricional adequado para manter o animal saudável e no peso ideal.

Ração para idosos

A alimentação dos animais idosos merece atenção especial. Com o avançar da idade começam a surgir doenças, os animais se tornam menos ativos e podem apresentar problemas nos dentes, o que dificulta a alimentação.

Por isso, existem as rações para sêniors: são indicadas para cães acima de 8 anos, possuem um tamanho e formato adequado que facilita a mastigação e, além disso, possuem diversos nutrientes que ajudam a prevenir as doenças que chegam com a velhice.

Por que é importante oferecer a ração correta para cada idade?

Como mostramos neste artigo cada tipo de ração possui um valor nutricional e até mesmo formatos adequados para a fase que nosso pet está vivendo. Alimentá-lo de maneira correta é a melhor forma de garantir uma vida mais longa e saudável.

Em hipótese alguma alimente o seu animalzinho com comida caseira. Os condimentos e temperos que utilizamos podem fazer mal aos pets. Além da ração seca existem outros alimentos que podem complementar a alimentação do seu cão ou gato, como ração úmida (que é aquela ração em lata ou sachê) e os famosos petiscos; até mesmo nestes casos ofereça o alimento específico para idade do seu pet.

Existem também as rações veganas, tanto para cão quanto para gato, bem como a alimentação natural. Atualmente, muito tutores têm optado por esse tipo de alimentação, principalmente quando os seus animais rejeitam a ração seca ou precisam de uma dieta mais rigorosa devido à obesidade ou outras doenças.

Entretanto, vale lembrar que antes de realizar qualquer mudança na alimentação do seu pet é imprescindível consultar um veterinário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *