O que é alimentação natural para pet e pq hoje se fala mais disso?

Muitos donos de animais de estimação estão abandonando a ração industrializada e optando pela alimentação natural. O motivo é oferecer um hábito mais caseiro e garantir a saúde dos pets. Vejamos com mais detalhes por que houve uma volta aos antigos hábitos no que se refere à comida deles e como é feita esta alimentação.

O que é e quais as vantagens da alimentação natural para pets

A alimentação natural para animais de estimação não é o mesmo que dar restos de comida humana. Humanos e animais têm necessidades nutricionais diferentes e muitos alimentos que nós consumimos são prejudiciais a eles.

Mas é uma dieta balanceada com ingredientes naturais e frescos, com o mínimo possível de alimentos processados, e cujo único tratamento seja o cozimento e o congelamento. É o oposto das rações industrializadas.

As vantagens deste tipo de comida natural é a personalização, ou seja, a alimentação é preparada de acordo com as necessidades do seu animal. Por exemplo, se um gato tem problemas hepáticos, raramente o dono encontrará uma ração que possa atender a esta necessidade, e se encontrar, certamente é bastante cara. Com esta nova tendência, isso não ocorre.

Por que esta tendência de alimentação para pets está de volta

Os petiscos industrializados contém altos índices de sódio, e muitos ingredientes que vão no preparo são alterados geneticamente, como o milho, a soja e o trigo. É algo que faz mal para inclusive para nós humanos, e certamente também faz mal ao organismo dos animais.

A ração processada existe há pouco tempo, se comparada com a alimentação natural que é dada aos pets desde os primórdios. É preciso respeitar as características e particularidades genéticas de cada animal, e assim prescrever uma dieta balanceada, baseada em exames feitos por um veterinário.

Por exemplo, o organismo de um cão está geneticamente pronto para receber muita proteína, componente que não existe suficiente em grande parte das rações processadas que possa suprir esta necessidade.

Tendo em vista todos estes dados é que veterinários atualmente estão aconselhando donos de animais de estimação a voltar à boa e velha comida natural para eles, em substituição à ração em lata, porém, sendo esta balanceada e personalizada, com todos os ingredientes e nutrientes necessários que os pets precisam.

O ideal é que esta ração vegana contenha uma quantidade suficiente de proteínas gorduras, carboidratos, vitaminas, minerais e água. São 3 os tipos de alimentação natural conhecidos para pets:

– Cozida:

Nela, o preparo é feito de modo a permitir que todos os ingredientes possam ser seguros de ingerir ao mesmo tempo em que possa ter um sabor atraente para os pets.

– Crua com ossos:

Desenvolvida pelo veterinário australiano Ian Billighurst nos anos 80, foi biologicamente preparada com o objetivo de imitar a dieta natural de lobos, que são parentes dos cães. É uma dieta carnívora, crua e com poucos legumes.

– Crua sem ossos:

A mais prática e econômica do que as anteriores, pois é composta de carnes, vísceras cruas, vegetais e carboidratos cozidos, triturados. É preciso prepará-la em quantidades e porções corretas, o que pode dar um pouco de trabalho para desenvolvê-la.

Além de ser uma alimentação saudável, a dieta vegana para pets pode inclusive curar muitas doenças, como obesidade, diabetes, alergias alimentares, doenças crônicas, doenças renais e muitas outras. Vale e pena trocar a ração pela boa e velha comida natural. É mais econômica, saudável e seu animalzinho vai agradecer.

Fonte:

https://www.mypetbrasil.com/blog/tendencias/alimentacao-natural-para-pets/

https://canaldopet.ig.com.br/cuidados/comidas/2018-07-13/alimentacao-natural-para-caes.html

https://g1.globo.com/sp/sorocaba-jundiai/mundo-pet/noticia/veterinaria-explica-sobre-beneficios-da-alimentacao-natural-para-caes.ghtml

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *