Qual o problema que o sódio causa no seu peludo e por que há diferentes níveis em cada marca?

O consumo excessivo de sódio traz consequências para o corpo humano, como problemas renais, osteoporose, hipertensão e outros. Por isso, o cuidado com o excesso dessa substância na alimentação é bem grande. Para os queridos bichinhos não poderia ser diferente e o consumo de sódio pode também trazer problemas.

Por outro lado, pode ajudar os peludinhos com algum problema específico. Por isso, é extremamente importante saber a quantidade exata de sódio na ração do seu pet. Vamos ver então, os problemas que o sódio pode causar em cães e gatos.

Os problemas que o sódio pode causar

Normalmente, o sódio não apresenta nenhum problema na alimentação do cão.

Porém, as famosas e muito incômodas pedras nos rins também acontecem com eles, em grande parte por conta da ração seca industrializada que contém um nível muito alto de sódio.

Neste caso, é uma ótima ideia mudar a ração, aos poucos, por uma alimentação natural para o cão. Porém, com bastante água, o cão saudável consegue se adaptar a diferentes níveis de sódio sem muito problema.

A alimentação do gato é um pouco mais delicada. Esses bichinhos não costumam gostar de beber muita água, por isso, é preciso se atentar ainda mais ao consumo de sódio, e complementar com sachês ou uma ração úmida.

Os cálculos urinários em gatos são também muito comuns e para prevenir esse problema, é preciso estimulá-lo a eliminar o sódio, bebendo muita água. Por causa dessa limitação, estima-se que até 15g/kg é bem seguro.

Para um controle mais fácil, as rações têm o nível de sódio nos rótulos. Outra opção é adotar uma ração vegana para gatos, que contêm níveis mais controlados.

As diferenças de sódio em cada marca

Existe certa diferença na quantidade de sódio de cada ração, especialmente em relação ao seu tipo. A quantidade de sódio que o bichinho precisa consumir depende de diversos fatores como sua idade, seu peso e seu porte. Por isso, é fundamental adequar os níveis para uma alimentação natural do gato e do seu cão, com a ajuda de um veterinário.

Para os cães a quantidade de sódio nas rações disponíveis no mercado pode variar muito. Graças à facilidade de se adaptar a diferentes quantidades, os valores podem ser de moderados a altos. Porém, a necessidade estimada deles é mais baixa, por isso, o ideal é dar prioridade à alimentação natural do cão ou usar uma ração vegana para ele.

Alguns casos especiais

O controle do sódio é ainda mais importante para bichinhos que estejam com algum problema de saúde, ou com uma idade um pouco mais elevada. Cães com problemas no coração, por exemplo, precisam de uma quantidade ainda menor, caso seu pet apresente algum problema, fique bem atento à recomendação do veterinário.

Outro aspecto importante são os petiscos. Praticamente qualquer cachorro ou gatinho adora um petisco, mas normalmente, eles costumam ter um nível bem elevado de sódio. Por isso, é preciso limitar o consumo desse alimento por dia, para não ultrapassar os limites do bichinho. A última coisa que você quer é transformar um momento tão feliz em um problema.

O cuidado com a saúde do cão e a saúde do gato passa em grande parte pela alimentação. Por isso, é fundamental adequar os níveis de sódio na ração em lata, ou qualquer outra que ele consuma. Seu bichinho merece todo o carinho, grande parte disso é cuidar bem da sua saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *